.:: ANP reduz quantidade de enxofre nos combustíveis marítimos ::..

Notícias

  • Twitter
  • FaceBook

ANP reduz quantidade de enxofre nos combustíveis marítimos

Nova resolução já está valendo desde a partir de 01 de janeiro de 2020.

A nova resolução nº 789/2019, que detalha a quantidade de enxofre nos combustíveis marítimos (bunker), entra em vigor em 1º de janeiro de 2020. Pela nova regra, o limite máximo de enxofre passa de 3,5% para 0,5% para as embarcações que não dispuserem de sistema de limpeza de gases de escape. A resolução foi publicada pelo MME (Ministério de Minas e Energia) e pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) em maio de 2019.

 

A redução do teor de enxofre no bunker atende à Convenção Internacional para a Prevenção da Poluição por Navios - MARPOL, da qual o Brasil é signatário. A Petrobras, que fornece o bunker, já comercializou, em 2019, o combustível denominado "Bunker 2020".

Fonte: CNT; Foto do portal CNT
(10/01/2020)
  • Twitter
  • FaceBook